5 curiosidades sobre a Internet

A Internet, usada por todos nós a todo momento (inclusive agora) tem uma história antiga e cheia de curiosidades que poucos sabem.

Ela revolucionou a comunicação e a forma como vivemos hoje em dia e, por isso, ela merece um pouco da sua atenção para ler nossa lista de 5 curiosidades sobre a Internet que você ainda não sabia:

Internet

1) Criação

As primeiras ideias de uma forma de comunicação como conhecemos hoje começaram a surgir ainda na década de 1960, durante a Guerra Fria, quando os Estados Unidos precisavam de uma forma segura de se comunicar além de precisarem expandir suas tecnologias.

Foi criada, então, uma rede, a ARPANET, que interligava diversos computadores a fim de possibilitar a comunicação entre diversas bases militares.

Foi com a evolução dessa rede que surgiu a Internet.

2) World Wide Web (WWW)

Foi a partir da criação desse sistema que a Internet começou a ganhar o formato que temos hoje.

O objetivo do sistema criado por Tim Berners-Lee, em 1980, era facilitar o compartilhamento de arquivos e documentos utilizando a Internet como rede.

Quando o projeto foi finalizado na década seguinte, a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN, em francês), que apoiou financeiramente a criação da WWW, anunciou, em 1993, que a rede seria livre e sem custo algum para ser utilizada por conta da grande importância que ela teria para a comunicação mundial.

WWW

É importante ressaltar ainda que a Internet e a Web são coisas diferentes, apesar de utilizarmos o primeiro nome de forma mais corriqueira.

A Internet foi uma rede desenvolvida para interligação de computadores e a Web foi o sistema que possibilitou o uso dessa rede como conhecemos hoje.

3) Popularidade

A Internet como conhecemos hoje só começou a surgir após 1995, com a criação de sistemas de busca (Google, Yahoo!) e comunicadores (ICQ e Messenger).

Enquanto o rádio levou cerca de 38 anos para atingir audiência de 50 milhões de pessoas e a TV levou 13, a Internet superou esse número em apenas 4 anos.

4) Deep Web

Basicamente, ela é a parte da Internet em que não é “encontrado” pelos mecanismos de busca, como o Google.

Assim, existe toda uma vasta rede longe dos olhos da maioria dos internautas em que não existem “regras” ou mecanismos de segurança.

Por causa disso, pessoas má intencionadas, como criminosos e hackers, utilizam a Deep Web para atividades ilegais.

Não é recomendado que usuários sem experiência acessem endereços da Deep Web, já que a quantidade de vírus ou arquivos que podem danificar seu computador e sua segurança é gigantesca.

Deep Web

Além da Deep Web, também existem as chamadas Dark Internet e DarkNet, que fazem parte dela, mas que não são as mesmas coisas.

Os dois últimos tipos são utilizados para armazenamento e compartilhamento de arquivos confidenciais, que não podem ser acessados por qualquer pessoa, como, por exemplo, dados de login e senha.

5) Conectividade

Segundo um relatório feito pelo Facebook em 2015, cerca de 3,2 bilhões de pessoas utilizam a Internet no mundo todo.

Esse número corresponde apenas a 44% da população mundial, que gira em torno de 7 bilhões de pessoas.

No Brasil, a Internet chegou a 50% das residências do país apenas em 2015.